quarta-feira, 8 de julho de 2009

TEMOS QUE APRENDER A LIDAR COM A PACIÊNCIA JAMAIS COM O COMODISMO.









Lenine - Paciência

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para

Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara

Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência
O mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós

Um pouco mais de paciência
Será que é o tempo que lhe falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (Tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para (a vida não para não)

Será que é tempo que me falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei,a vida não para (a vida não para não... a vida
não para)

2 comentários:

Blog de Lourdinha no curso Proinfo disse...

Você sabe que sou considerada, por muitos, uma pessoa paciente. Mas vale lembrar também que não estou "esperando cair do céu", mais do que nunca estou passando por um teste de paciência fortíssimo(risos).Muito bacana esta música! E sendo eu, uma professora de Português, já vi nela conteúdo para trabalhar a reforma ortográfica: para(verbo)
para(preposição)
Valeu!

Falando de Saberes disse...

Blog de Lourdinha no curso Proinfo disse...

Você sabe que sou considerada, por muitos, uma pessoa paciente. Mas vale lembrar também que não estou "esperando cair do céu", mais do que nunca estou passando por um teste de paciência fortíssimo(risos).Muito bacana esta música! E sendo eu, uma professora de Português, já vi nela conteúdo para trabalhar a reforma ortográfica: para(verbo)
para(preposição)
Valeu!