quinta-feira, 16 de agosto de 2018

ADALGIZA: UM POUCO DE SUA IDENTIDADE
Sua história teve inicio na zona rural do Vale do Assú, num pequeno povoado denominado de Vila de Santa Luzia, no ano de 1948, no governo de Eurico Gaspar Dutra, na qual era chamada de Grupo Rural pelo fato das aulas funcionarem na área rural do antigo vilarejo de Santa Luzia. O Grupo Rural, assim denominada a escola existente da época, não tinha o reconhecimento ou qualquer autorização decretada por lei. Este trabalho educacional foi iniciado pela professora Adalgiza Emídia da Costa. A partir de 1950, a atividade pedagógica foi reforçado com o trabalho das professoras Izabel Rodrigues de Melo e Dona Iracema Gondin.
Em 1975, foi construído um prédio na zona urbana, doação de um órgão Canadense, para o qual em 1976 foi transferido o ensino de toda a população estudantil de Carnaubais/RN e em reconhecimento ao trabalho desempenhado pela professora Adalgiza Emídia da Costa desde os tempos do Grupo Rural, tendo sido ela a primeira professora, surgiu o nome da atual escola do estado.
A escola passou a se organizar ainda na zona rural, quando entre os professores foi escolhida para a 1ª diretora a professora Maria Leonice Martins, que atuou na função por um certo período de tempo. Logo após a professora Maria das Graças de Melo Martins, que realizou seu trabalho como diretora na atual escola no período de 1972 a 1976. No ano de 1980 a mesma foi autorizada por lei com efeito retroativo a 1948 pela portaria de nº 461/80 de 22/08/1980, por esse motivo a escola comemora seu aniversário de acordo com esta data.
Em 1990, dez (10) anos após o decreto que legalizou a escola como sendo instituição responsável pelo governo do estado, realiza-se a primeira eleição para diretor, fruto de uma luta instigada pelo movimento estudantil, na época representado pelo Grêmio Francisco Canindé de Araújo, um dos mais atuantes do vale, e por essa razão a Escola Adalgiza foi a primeira, dentre quatro previstas, da 11ª Dired a ter eleição direta para diretor, tendo como o 1º diretor eleito, o professor e historiador Nicodemos Cavalcante Dantas, atuando hoje na área empresarial da cidade de Carnaubais/RN. A partir daí a escola se consolidou no tocante a oferta de uma educação diferenciada e de qualidade, formando assim a sociedade carnaubaense que, dera inicio seu processo sistêmico-educacional no final da década de 40 (mais precisamente em 1948).
Dados do PPP da escola
(Josélia Coringa)

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

PLANTE O BEM, PORQUE O MUNDO VAI MAL

.Aplausos para as pessoas de bom caráter, de atitudes positivas, de solidariedade, desprendidas de valores materiais. Aplausos sim, para quem multiplica os bons valores, que acredita que a mudança começa em cada um. Apesar desse mundo doente que vivemos hoje, ainda há quem se preocupe com o outro e quem o respeite. A doença do mundo são as pessoas, adoecemos o mundo a cada vez que fingimos achar normal comportamentos arrogantes, egoístas, depreciativos ou abusivos. A natureza esta doente porque não há cuidado com meio ambiente, os setores públicos estão doentes porque não há comprometimento com o fazer coletivo. Vivemos uma ambição desenfreada, cada um só pensa em si, no que vai para o bolso no final do mês, em aparecer bonito nas mídias, em dá satisfação a sociedade de uma vida que muitas vezes não é real. Falso moralismo e futilidades estão em alta. Essa coisa se alastra feito viroses ainda não catalogadas em pesquisas. São disfarçadas por estampas finas, corpos escupidos em academias e bem vestidos, por rubis caros, em cujo interior habita a pior espécie de gente. Que vai a igreja e olha para o mais humilde com desprezo, que joga lixo na rua e não pensa no gari que vai varrer, que acredita no valor das pessoas pelo que elas tem de material.
Um simples gesto de bondade pode mudar o dia de alguém, pode transformar uma vida. Seja melhor a cada dia, plante o BEM, porque o mundo já está mal. Não copie ninguém, nem modismo, seja autêntico em suas ações. Assim é que se pode fazer a diferença.
Josélia Coringa

Michael Jackson - Heal the world (Cure o mundo) Traduzido

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

ADALGIZA ESPAÇO DE HUMANIZAÇÃO: 70 ANOS CONSTRUINDO SABERES

SEJA UM MEMBRO COLABORADOR E PARTICIPANTE VIP DESTA ESCOLA

Resultado de imagem para adalgiza emidia da costa
Nesta edição venho de forma cidadã mostrar aos nossos leitores a importante contribuição que tem oferecido a Escola Estadual professora Adalgisa Emídia da Costa. 
Esta unidade de ensino tem uma longevidade histórica, completando setenta (70) anos de fundamental contribuição a formação cidadã e educacional da nossa juventude. 
Neste 22 de Agosto completará mais um ano de vida ativa no processo ensino-aprendizagem do nosso município, sendo na verdade o principal berço cultural da terra do verdes Carnaubais. 
Sua origem vem desde o governo Marechal Dutra, inaugurada em 1948 pelo governador José Augusto Varela, recebendo o nome de "Grupo Rural". 
Foi aí que surgiu o nome da sua patrona Adalgisa Emídia da Costa, tendo  seu reconhecimento como escola de 1º grau no governo de Tarciso Maia, num concentrado esforço da educadora Francisca Lucas de Macedo Martins que junto ao deputado estadual Nelson Queiroz conseguiu inserir nos anais da secretaria estadual de educação sua atual funcionalidade de gestão como escola oficializada. Muitos carnaubaenses contribuíram no percurso de desenvolvimento educacional desta importante instituição educativa. 
De Adalgisa Emídia da Costa até hoje muitos diretores, professores, funcionários, deram o melhor de si para o alcance social e educativo de seus alunos. 
Neste rol de pessoas que serviram com sua capacidade e desenvoltura de ação, prestamos também nossa parcela de ajuda fomos gestor juntamente com minha esposa Consuelo durante seis anos. 
Mediante a exposição dos fatos, a direção atual promoverá neste 1º de Setembro uma grandiosa festa-baile do Reencontro: oportunidade em que convocamos todos indistintamente; Ex- diretores, professores, funcionários, ex-alunos. 
Diga-se de passagem muitos hoje tem autonomia e independência financeira saindo daqui desta humilde escola: advogados, engenheiros, juiz, e outros profissionais liberais.
Convidamos, enfim, autoridades, empresários locais e adjacências, comerciantes e todos que primam por uma cidade mais avançada do ponto de vista da intelectualidade, do saber e do conhecimento, a prestar sua colaboração, procurando os organizadores desta iniciativa.
 Os interessados deve ligar para a  escola - 3338-2270, entrando em contato com Josélia Coringa - fone- 99927-1344 - ou ligar para Paulo Roberto: 99952-9321.
Reserve sua mesa, compre sua camiseta, venha com sua família prestigiar este grande encontro!
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

http://aluiziodecarnaubais.blogspot.com/

sexta-feira, 27 de julho de 2018

1º Baile do Reencontro. Não perca!


O Objetivo é acender um momento de confraternização e de fortalecimento de elos com quem faz parte dessa história.
Quem estudou, quem trabalhou, quem contribuiu, certamente tem boas lembranças da Escola Adalgiza. 
Vamos comemorar os 70 anos em grande harmonia.


"Os tempos da escola  marcam a vida das pessoas e faz memórias. Momentos de  aprendizado, também tempo de fazer amizades, conhecer gente e ser conhecido, formar laços e viver histórias".

Junte sua turma da época! 

Venha reviver conosco essas memórias. 

EM BREVE MAIORES DETALHES.

Josélia Coringa 

DIRETORA